Vida plena após a cirurgia

 

Realizar um procedimento cirúrgico para retirar um câncer gera medo, tristeza, insegurança e muitas dúvidas, principalmente com relação ao resultado. Vou sentir muita dor? Vou conseguir me movimentar normalmente? Vou perder a voz? Vou ficar com alguma sequela? Ao contrário do que muitos pensam, é possível, sim, ter uma vida plena após a cirurgia.

É claro que é preciso ter alguns cuidados para não abrir pontos, evitar lesões e infecções. Mas, além da parte física é preciso trabalhar o psicológico e emocional. Uma escola de medicina do Texas, no Estados Unidos, defende que o mais importante do processo operatório como um todo é manter pensamentos e ações em sintonia.

Os especialistas do Baylor College of Medicine defendem é preciso ter em mente que a recuperação após uma cirurgia é algo demorado, doloroso e às vezes requer ajuda, isso demanda paciência. Então como podemos transformar essa fase desconfortável em algo proveitoso.

O primeiro ponto é tirar o foco do desconforto. Busque fazer atividades manuais que possam deixa-lo distraído. Pode ser ver um filme, pintar um quadro, ou até mesmo uma atividade doméstica que não exija esforço.

Esteja aberto a momentos inesperados e aprenda com eles. Defina o que te dá prazer busque mais por isso.

Aproveite o tempo ocioso para se manter conectado com a família, essencial para o processo de recuperação. Reúna-se com os amigos, boas amizades ajudam a aliviar as tensões. Mude de hábitos, tenha uma boa alimentação e pratique exercícios físicos. E se a vida estiver difícil, a fé, independente de qual seja a sua religião, pode ajudar a atravessar essa fase complicada.

Prefere ficar quieto no seu canto? O livro pode ser um ótimo companheiro nessas horas. O Instituto Oncoguia fez uma seleção de livros para pacientes em período de recuperação. Clique aqui e confira a lista completa!

Postagens Relacionadas

  • O Direito dos Trabalhadores com Câncer

    Ver Mais
    15/01/2021
  • Mitos e Verdades sobre a Tireóide

    Ver Mais
    05/01/2021