Julho Verde alerta sobre a prevenção do câncer de cabeça e pescoço

Mais de 500 mil casos no mundo a cada ano, com cerca de 200 mil mortes. Esse é o panorama do câncer de cabeça e pescoço no planeta, segundo a IFHNOS – organização global de cooperação de sociedades e organizações focadas na especialidade.
No Brasil, segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia de Cabeça e Pescoço (SBCCP), são mais de 40 mil novos casos a cada ano.

27 de julho é o Dia Mundial de Conscientização e Combate ao Câncer de Cabeça e Pescoço, por isso a instituição do Julho Verde. A proposta é sensibilizar a sociedade e universalizar informações sobre este tipo de câncer que pode acometer a boca, língua, palato mole e duro, gengivas, bochechas, amígdalas, faringe, laringe, tireoide e seios paranasais, dentre outras áreas da cabeça e pescoço.

Diante deste cenário os especialistas da Pescop, unidos em torno da conscientização sobre este tipo de câncer, explicam que qualquer anormalidade na cavidade oral, manchas brancas e feridas que não cicatrizam são sinais de alerta, assim como caroços no pescoço, dor ao engolir, rouquidão. O diagnóstico precoce é a melhor forma de combater a doença.

Não fique em dúvida, procure um especialista!

Postagens Relacionadas

  • O Direito dos Trabalhadores com Câncer

    Ver Mais
    15/01/2021
  • Mitos e Verdades sobre a Tireóide

    Ver Mais
    05/01/2021