Cirurgias de tumores da pele

O câncer de pele é o tipo de câncer mais comum no Brasil e as áreas mais afetadas são a região da cabeça e pescoço, isso ocorre devido a maior exposição ao sol nessas áreas.

É possível identificar o câncer de pele através de pintas, eczemas ou outras alterações na pele, sendo mais comum nas pessoas de pele clara, com maior exposição ao sol.

A prevenção é feita evitando exposição ao sol, com uso de filtro solar, óculos, chapéus e roupas apropriadas. O papel da cirurgia é como opção de tratamento, com alto índice de cura e baixo risco de recidiva.

A Organização Mundial da Saúde (OMS), estima que, em 2030, o mundo terá 27 milhões de novos casos de câncer da pele, 17 milhões de mortes e 75 milhões de pessoas vivendo com a doença. O Instituto Nacional de Câncer (INCA) estima para o Brasil 331 mil novos casos de câncer da pele não melanoma entre 2018 e 2019.

Para saber se aquele seu sinal é mesmo um câncer de pele. As características que você deve levar em conta são: 

 

abcde-cancer-de-pele

 

  • Assimetria da lesão: se uma parte da lesão observada for diferente da outra, pode ser indicativo de câncer;
  • Borda irregular: quando o contorno do sinal, pinta ou mancha não é liso;
  • Cor: se o sinal, pinta ou mancha tem diferentes cores, como preto, marrom e vermelho;
  • Diâmetro: se o sinal, pinta ou mancha têm um diâmetro maior que 6 mm.
  • Evolução: crescimento recente com mudanças de cor, forma, tamanho ou sangramento.

 

Lembre-se, o diagnóstico deve sempre ser feito por um especialista. Caso você apresente algum desses sintomas nas regiões da cabeça e do pescoço, entre em contato conosco.

A PESCOP é especializada em cirurgia de câncer de pele.