Álcool e tabaco aumentam risco de câncer de cabeça e pescoço

Um estudo realizado pela Faculdade de Saúde Pública (FSP) da Universidade de São Paulo (USP) constatou que álcool e tabaco aumentam o risco de câncer na cabeça e no pescoço. O estudo é da pesquisadora Suely Sakaguti, bióloga e membro da Comissão de Prevenção e Controle do Tabagismo da FSP/USP.

Ela acompanhou 3964 pacientes com câncer de cabeça e pescoço e 3097 com outras doenças que não o câncer, no estado de São Paulo. As substâncias ingeridas estudadas foram cigarro industrializado, cigarro enrolado – palha ou papel –, charuto, cachimbo, vinho e cerveja.

O objetivo do estudo é alertar as pessoas sobre a relação do uso dessas substâncias e possíveis danos à saúde, principalmente entre os jovens, pois nessa faixa etária o consumo de álcool e cigarro vem aumentando consideravelmente.

Os dados da pesquisa apontam que os riscos decorrentes do tabagismo foram mais expressivos para câncer na hipofaringe (parte inferior da faringe, abaixo da epiglote) e, especialmente, em indivíduos que consumiam diferentes tipos de tabaco.

No consumo de álcool foi constatada maior ocorrência do câncer na orofaringe (parte da garganta, logo atrás da boca) pelo consumo de bebidas destiladas, que possuem maior teor alcoólico. Já o uso de álcool e tabaco ao mesmo tempo aumentou sensivelmente qualquer tipo de câncer de cabeça e pescoço.

Em entrevista à Rádio USP a pesquisadora explicou que, quanto maior o consumo, maior a chance dessas substâncias carcinogênicas se acumularem e se unirem a moléculas de DNA, que é o processo inicial do câncer.  Ao entrar no organismo, o etanol se transforma em acetaldeído, considerado carcinogênico, além de facilitar a permeabilidade celular. Isso significa que, se a pessoa fuma e bebe, as substâncias cancerígenas do tabaco terão sua entrada facilitada pelo etanol. “O pontapé inicial ao câncer”, afirma a doutora

Se você é fumante ou usuário frequente de álcool, em caso de sintomas suspeitos fale com um especialista. A Pescop tem consultórios em Itajaí, Balneário Camboriú, Jaraguá do Sul, Brusque e Blumenau.

Postagens Relacionadas

  • O Direito dos Trabalhadores com Câncer

    Ver Mais
    15/01/2021
  • Mitos e Verdades sobre a Tireóide

    Ver Mais
    05/01/2021